20 de mar de 2012

Jogos online ajudam no aprendizado básico de português e matemática

Três universidades da região desenvolveram programas na internet que ajudam professores e alunos de todas as idades aprender duas matérias importantes e complicadas: matemática e português.
A ferramenta Ludo Primeiros Passos ensina português a crianças (Foto: Reprodução/EPTV)
A ferramenta Ludo Primeiros Passos ensina
o português básico  (Foto: Reprodução/EPTV)
A ferramenta Ludo Primeiros Passos, desenvolvida por pesquisadores da Unesp em parceria com a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), auxilia os professores no processo de alfabetização dos alunos, entre 5 e 8 anos.
O jogo simples faz com que as crianças aprendam as primeiras palavras do português, ligando figuras e palavras e completando com letras e sílabas. “A gente tem vários jogos voltados para todos as idades. Também pode ser usado na inclusão digital de adultos”, disse o pesquisador Rener Baffa da Silva.
Ao todo, são cinco níveis de dificuldade. À medida que a criança vai acertando, passa de nível. o jogo faz parte do portal ludoeducajogos.com.br, que em dois anos já teve mais de um milhão de acessos. “Nós estamos indo até as escolas e as escolas estão vindo à universidade. Os professores estão participando ativamente dos nossos jogos”, explicou o coordenador do Instituto de Nanotecnologia da UFSCar e da Unesp, Elson Longo.
Vários pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) também têm desenvolvido aplicativos para ajudar no ensino da matemática, a mais temida das matérias. “Fazemos o primeiro bimestre com matemática básica mesmo, recapitulando os ensinamentos do ensino fundamental, pois isso pode piorar e dificultar a física”, afirmou o professor de Matemática e Física Guilherme Mourão Broca.
As ferramentas virtuais do site www.matematica.br/igeom mostra as várias operações matemáticas de maneira bem didática. “A computação é um ambiente muito livre e que tem muitos recursos, permitindo a abordagem de um tema de várias maneiras diferentes. Como cada criança tem um jeito diferente de lidar com a matemática, seria até mais fácil você ter uma diversidade maior”, disse o estudante de ciência da computação João Paulo Tannus de Souza.
Também é possível montar simulados personalizados com vários exercícios para testar o desempenho dos estudantes, o que é um bom instrumento no preparo para os vestibulares. “Primeiro o aluno pode fazer os exercícios, o sistema vai identificar quais são as dificuldades e vai preparar um plano de estudo para ele”, destacou o professor do curso de Computação da USP São Carlos Seiji Isotani.
Programa desenvolvido por pesquisadores da USP ensina matemática de forma bem didática (Foto: Reprodução/EPTV)Programa criado por pesquisadores da USP ensina matemática de forma didática (Foto: Reprodução/EPTV)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar em nossa página.